Blog Corneta FC

Pato vira piada internacional por gol perdido contra Boca

UOL Esporte

O impressionante gol perdido por Alexandre Pato, que daria a virada ao Corinthians contra o Boca e, em teoria, “inflamaria'' o time paulista na busca pelo terceiro gol e da classificação para as quartas da Copa Libertadores, virou piada por todo o mundo, já que o atacante tem grande fama pelo mundo desde que atuou no Milan.

Sites de humor ingleses, como o FourFourTom (paródia da revista FourFourTwo), afirmaram “não saber como explicar'' o que Pato fez.

Ao publicar o vídeo do lance, o site comentou: “Erro horroroso de Pato. Não tenho certeza do que dizer sobre isso ou como tentar explicar o quão bizarro isso é. Como você pode tirar a bola da direção do gol com a mesma perna que você havia usado para chutá-la?”

Já os humoristas do BBC Sporf, paródia da BBC Sport, chamaram o chute bizarro de Pato de “o erro da temporada''. “A um metro do gol e chuta para longe…'', criticaram.

Até nos Estados Unidos, em que o futebol ainda não é dono de grande aceitação, Pato virou piada. O site Sportige fez questão de mostrar o vídeo de Pato e compará-lo com o golaço de Riquelme.

“Alexandre Pato e Juan Riquelme: um erro especial, um gol especial''., foi a manchete nesta manhã de quinta-feira.

As críticas a Pato foram mais pesadas: Pato, que falhou em levar o Corinthians para as quartas de final, mostrou porque sua carreira tem fracassado com um erro absurdo que foi parte da vergonha que é seu time ser eliminado da Libertadores'', completou o portal.

MAIS CORNETA FC:

E é claro que o erro não fugiria dos olhos argentinos. O Olé chamou o lance de “incrível''. “O atacante do Milan entrou no segundo tempo e perdeu um gol incrível. Depois de driblar Orion, tropeçou e caiu, derrubando até um companheiro.''

Já o Clarín escreveu que Pato “teve o 2 a 1″, mas o jogou fora. “Poderia ter mudado tudo'', disse a publicação.

Por fim, Pato não fugiu das piadas de brasileiros torcedores de rivais do Corinthians. A “melhor'' aproveitou para provocar São Paulo e Palmeiras, os outros paulistas que também já saíram da Libertadores: